Futuro do Trabalho

Mamilos #199

Mamilos 199 – Futuro do Trabalho

Jornalismo de peito aberto

Uma das fábulas mais conhecidas da Grécia Antiga nos conta a história de um camponês ardiloso chamado Sísifo que tentou fugir de seu destino no Tártaro enganando Perséfone. Só que pego em sua artimanha, ele foi condenado a passar a eternidade rolando uma pedra montanha acima até o topo. Chegando lá, cansado e sem forças, deixaria a pedra rolar para baixo, sendo obrigado a recomeçar tudo no dia seguinte. E no dia seguinte. E no dia seguinte.

Se você já se viu preso a um trabalho sem sentido, você deve ter se identificado com o castigo de Sísifo, um símbolo trágico da vida moderna com pessoas se resignando a trabalhar em empregos fúteis e burocráticos.

Novas tecnologias, novas demandas, portanto novas oportunidades, novos modelos, novas hierarquias, novas jornadas, novas escalas, novos nomes para se decorar, novas tentativas de encontrar sentido e ainda assim o dia continua tendo apenas 24 horas. Onde cabe tudo isso, onde encontrar tempo e mais do que isso quem vai pagar a conta pelas contas que a gente precisa pagar?

Agora imagine que hoje irão nascer pelo menos mais de 200.000 pessoas e provavelmente 85% delas terão profissões que ainda não existem, segundo o Institute for the Future, da Dell.

Sim, dá medo. O que será “fazer acontecer” em 2030? Que carreiras existirão?

Hoje vamos conversar sobre apenas dois aspectos dessa discussão mais ampla, que é o futuro do trabalho: as mudanças na cultura das empresas, e o impacto da flexibilização das relações trabalhistas. Na mesa, contamos com Priscila Gunutzman, Doutora em psicologia social, professora e supervisora de estágios na Anhembi Morumbi; Carolina Quintella, psicóloga e gerente de Cultura e Desenvolvimento no Quinto Andar; e Túlio Custódio, sociólogo e curador de conhecimento na Inesplorato.

Vem com a gente e dá o play neste Mamilos!

Download | iTunes | Android | Feed | Spotify

========

FUNDAÇÃO BRADESCO APÓIA A EDUCAÇÃO

A Fundação Bradesco foi criada em novembro de 1956 e hoje mantém 40 escolas próprias em todo o Brasil. Em 2019, com um orçamento de mais de 650 milhões de reais, já são mais de 92 mil alunos na Educação Básica, no Ensino Médio, na Educação Profissional, na Educação de Jovens e Adultos e na Formação inicial e continuada voltada à geração de emprego e renda.

No início do mês de maio, a Fundação inaugurou as suas páginas nas redes sociais para ficar cada vez mais perto das pessoas que fizeram e fazem parte dessa história. Acesse lá no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn.

E aproveita que tá por aí pesquisando e assiste ao vídeo acima, que conta a linda história de uma ex-aluna que se tornou médica.

========

FALE CONOSCO

. Email: [email protected]
. Facebook: aqui
. Twitter: aqui

========

CONTRIBUA COM O MAMILOS

Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda recebe toda semana um apanhado das notícias mais quentes do jeito que só o Mamilos sabe fazer. É só R$9,90 por mês! Corre ler, quem assina tá recomendando pra todo mundo.
https://www.catarse.me/mamilos

========

EQUIPE MAMILOS

Edição – Caio Corraini
Produção – Nayara Cristina, Peu Araújo e Ricardo Terto
Apoio a pauta – Jaqueline Costa e grande elenco
Publicação – Pedro Strazza

========

CAPA

A capa dessa semana é de autoria de Johnny Brito.

========

FAROL ACESO

Carol: Peça “Mississipi”;

Priscila: Show de Milton Nascimento no Espaço das Américas;

Cris: Filme “Eu, Daniel Blake”;

Ju: Filme “Aladdin”.